[REVIEW] Danmaku Unlimited 2

Desenvolvido e distribuído pela Doragon Entertainment, Danmaku Unlimited 2 é um shmup lançado em 2014 com scroll automático na vertical, além disso, o game é do subgênero bullet hell/danmaku. Além da Steam, que é a versão do jogo utilizada para esta crítica, o título saiu também para Nintendo Switch, iOS e Android.

Ao iniciar o jogo, você irá se deparar com dois modos, Burst Mode e Classic Mode, cada um possui mecânicas próprias, o que implica na mudança de jogabilidade. No Burst Mode temos o botão de tiro, um para laser e um terceiro que aciona um ataque especial, chamado Trance. Ao atingir inimigos ou destruí-los, sua nave recolhe esferas automaticamente, elas preenchem uma barra, no hud é a barra colada a de energia (A.D.S System), que permite a utilização do laser, este ataque elimina a maior parte dos projéteis inimigos, quanto mais a barra de laser estiver preenchida, maior é a sua duração. Tanto no Burst Mode, quanto no Classic Mode, a Trance Gauge é preenchida atingindo e destruindo os inimigos.

No Classic Mode, notamos a ausência da barra de laser, pois no lugar deste ataque, temos um tiro mais forte que é acionado pressionado simultaneamente o botão de tiro e o que acionaria o laser no Burst Mode, além de executar um ataque diferenciado, a sua nave se movimenta mais lentamente. Nos subchefes e chefes de fase, este tiro se torna teleguiado. Enquanto que no Burst Mode, a coleta de itens é automática, no Classic os itens são recolhidos automaticamente ao se pressionar juntos o botão de tiro e o de movimentação lenta simultaneamente, não é preciso manter ambos pressionados, só um toquinho já basta. O ataque especial não confere invencibilidade durante a sua utilização em nenhum dos modos, sofrer um dano durante o ataque não diminui o A.D.S System.

A fim de não desconcentrar o jogador com tantas barras para administrar, a Doragon Entertainment teve uma solução gráfica interessante, no Burst Mode, para o jogador saber quando pode acionar o laser, ao lado esquerdo da nave, aparece uma mensagem escrita RDY quando ele poderá ser utilizado. Do lado direito da nave aparece uma porcentagem, quando alcança 100%, um RDY com coloração diferente e um aviso sonoro informam o jogador quando o ataque especial pode ser acionado. Com exceção do aviso do laser, os outros também acontecem no Classic Mode.

Outra informação que aparece em tela é a energia dos inimigos menores, eles surgem como porcentagem ao serem alvejados. Por incrível que pareça, mesmo com tanta informação em tela, o jogo não fica com visual confuso, pois é rápido se acostumar. É possível jogar o game em modo Tate, ou seja, deixar o monitor em pé.

Cada vez que Danmaku Unlimited 2 é jogado, a experiência acumulada aumenta a patente do jogador, que por sua vez é revertido em pontos que podem ser utilizados em atualizações limitadas da sua nave. Após a tela de escolha de dificuldade, é possível melhorar tiros, aumentar o A.D.S, vidas etc, aí vai do gosto do freguês.

O sistema de pontuação consiste em destruir os inimigos e coletar os itens, as esferas, losangos e estrelas, estas por sua vez aparecem quando os inimigos são destruídos com o ataque especial. O jogo também trabalha com o sistema de graze, para cada projétil inimigo que o hitbox da nave passa perto, o contador de graze aumenta, no hud fica na parte superior esquerda, abaixo da sua pontuação, e um multiplicador vai aumentando e com isso os seus pontos também.

Danmaku Unlimited 2 utiliza gráficos tridimensionais bem bonitos, o design de todas as naves é elegante, a paleta de cores frias casa perfeitamente com a ideia de misturar um shmup com a mitologia nórdica. Não temos explicitamente veículos que lembram deuses vikings, mas os chefes de fase são chamados de Valkyria e a última fase é chamada Einherjar. Na mitologia nórdica, as Valquírias são as deidades femininas menores que serviam Odin e a função delas é recolher os guerreiros mortos em batalha, estes chamados de Einherjar, e leva-los até a Valhalla, o salão dos mortos. Einherjar também são conhecidos como Os Guerreiros de Odin.

A trilha sonora é composição da banda japonesa BLANKFIELD, apesar de não haver temas marcantes, são músicas muito boas. Os efeitos sonoros são bons, com exceção do tiro raspando na nave, é um estalinho irritante. Como bônus há os modos Boss Rush e Free Play, ambos interessantes para treino. Você deve estar se perguntando e cadê a história do jogo? Pois é, não há.

Veredito

Danmaku Unlimited 2 é desafiador e divertido, pois para cada modo há uma mecânica diferente e é preciso entender como elas funcionam. O sistema de pontuação exige muita perícia, principalmente em dificuldades maiores. Para fãs do gênero bullet hell/danmaku, o título é altamente recomendado.